Os resultados do Campeonato Sul Americano em La Hoya (ARG) | Terminando a temporada invernal no hemisfério sul


Cortesia: J. Rúbens Yáñez – Bariloche (ARG) data 24 de setembro 2014

Considerando que estamos em outubro e que, apesar deles estarem prestes para fechar, a maioria dos centros de esqui do continente estão recebendo maciças nevascas, pelas quais podemos realmente arquivar essa temporada invernal como uma entre as mais bizarras e imprevisíveis dos últimos invernos. Basta considerar que só agora tem bastante neve para as pistas estarem abertas finalmente até a base… que só agora nesta temporada estão se registrando em metros os níveis de neve, enquanto até poucos dias atrás os mesmos eram expressos somente em centímetros. Claro, tudo isso aconteceu exclusivamente no lado argentino, enquanto no Chile o inverno foi relativamente generoso e abundante, especialmente na parte Patagônica: Nevados de Chillán (CHL) para baixo, para nós entender. De qualquer forma, o grande culpado disso tudo foi o El Niño, que resolveu se comportar de forma anômala, causando toda essa bagunça climática.


Cortesia: Associação Brasileira de Snowboard (ABS) – Pódio Brasileiro: Henrique Zampieri, Rodrigo Ortale e Rafael Ramos

E nesse começo de primavera, realizou-se a segunda edição do South America Snowboard Challenge em La Hoya (ARG). No dia 20 de setembro rolou o evento organizado pelo Comité Sul Americano de Snowboard, válido como terceira etapa do circuito argentino e também como pódio anual da Associação Brasileira de Snowboard (ABS). A diferença da edição passada, teve somente uma prova de slopestyle na qual os poucos (e fortes…) riders argentinos dominaram. O snowboarder brasileiro que mais se destacou foi Henrique “Polenta” Zampieri (9°) de São Paulo (SP), seguido pelo campeão brasileiro da ABS 2013, o catarinense santista Rodrigo Ortale (10°). O snowboarder Rafael Ramos, que ganhou a etapa de São Paulo (SP) durante a Adventure Sport Fair em maio 2013, classificou-se décimo segundo no ranking geral e terceiro no nacional. O carioca Gustavo de Andrade da Silva ficou fora do pódio da ABS e décimo quarto nos resultados finais do evento, enquanto outro rider carioca e campeão brasileiro amador de Snowboard Cross e Slopestyle, categoria Masters A da Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN) em 2013, Othon Merçon fechou o ranking geral do evento. Parabéns para os quatros atletas que participaram e representaram o País!!

Resultados do South America Snowboard Challenge 2014:
1_SANTIAGO GAMEN (ARG)
2_MATIAS SCHMITT (ARG)
3_FEDERICO CHIARADIO (ARG)
4_TOMAS OROL (ARG)
5_MATIAS RADAELI (ARG)
6_LUCAS CARDELL (ARG)
7_IÑAKI ODRIOZOLA (ARG)
8_AARON BELKENOFF (ARG)
9_HENRIQUE ZAMPIERI (BRA)
10_RODRIGO ORTALE (BRA)
11_GONZALO AVALOS (ARG)
12_RAFAEL RAMOS (BRA)
13_GREGORIO FRONDIZI (ARG)
14_GUSTAVO DE ANDRADE E SILVA (BRA)
15_PAUL HOLMBERG (ARG)
16_OTHON MERÇON (BRA)


E com a chegada da nova temporada, voltam também os nossos avisos paroquiais… dessa vez, o nosso rumo principal será em direção dos magníficos e sugestivos Alpes. Bem na divisa entre Itália e Suíça, um mix entre a mais famosa enogastronomia e a essência do inverno. Powder e castelos… antigas termas romanas e vilarejos medievais. Tudo isso no sugestivo cenário criado pela majestosa presença das maiores montanhas da Europa, como o Monte Bianco, o Cervino/Matterhorn, o Monte Rosa… Onde o conceito de inverno iniciou-se, onde os centros de esqui superam as centenas de quilômetros e alcançam os impressionante cento e cinquenta anos de atividades invernais! Preparem-se para experimentar o inverno no berço onde ele foi criado. Procurem mais informações no site da SNOWBAGGING (por exemplo…) sobre estes lugares, mas não fique somente babando: entre em contato!!

Mais detalhes e infos World Snowboard Federation (WSF) | South America Snowboard Challenge 2014 – La Hoya (ARG).

Gostou? Tem mais:

Sobre ianny

...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.