Esquis pré-históricos encontrados na Noruega | São os mais bem preservados de todos os tempos

Esqui de 1300 anos atrás (Idade do Ferro)

Tudo começou em 2014 quando a equipe do projeto Secrets of the ICE encontrou na geleira Digervarden, no sul da Noruega, um esqui pré-viking de 1300 anos, ou seja: final da Idade do Ferro escandinavo, também conhecida como Era de Vendel ou Merovíngia. O esqui encontrado estava surpreendentemente muito bem preservado e logo questionaram-se onde podia ser o companheiro dele.

A busca durou sete anos e no início de outubro de 2021 os arqueólogos da mesma equipe: Runar Hole e Bjørn Hessen, depararam-se finalmente com o segundo esqui que estava não muito longe do ponto de descoberta do primeiro: só cinco metros de distância. Organizar a expedição de recuperação demorou quase uma semana, também pelas adversas condições meteorológicas.

No domingo, dia 26 de setembro, uma equipe perfeitamente equipada conseguiu na empresa de resgatar esta relíquia do passado, provando assim que os dois esquis pertenciam a mesma pessoa: provavelmente um caçador ou talvez um viajante… os pesquisadores ainda estão buscando evidências para resolver este (entre outros) quesito.

Uma coisa certa é que este par de esquis foi encontrado em excepcionais condições de preservação, tanto é que nos dois são presentes os laços usados para fixar os pés aos esquis: detalhe muito raro a ser achado, pois o material usado (geralmente orgânico) costuma deteriorar muito rapidamente. As perguntas intrínsecas estas relíquias são muitas, mas os pesquisadores podem ter certeza de terem encontrados o par de esqui mais antigo e bem conservado desde sempre.

Mais detalhes – Secrets of the ICE – The Archaeology of Glaciers and Ice Patches

ianny

ianny

...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *