Campeão Brasileiro de snowboard slopestyle 2012 | Bela entrevista com Marcos Batista


Cortesia: Marcos Batista – Pódio Columbia Challenge 2012

Todos os snowboarders brasileiros já sabem quem é ele e, por muitos deles, o querido Pikachu é o exemplo a ser seguido para se tornar um atleta de snowboard… porém o grande problema do Marcos (e de todos os aspirantes nesta disciplina…) é que apesar de ser um atleta considerado de alto rendimento, ele ainda se encontra sem muitos recursos, contando praticamente apenas com o apoio da família e de uns amigos que o ajudam neste grande desafio.

Como podemos entender lendo esta matéria do Ministério do Esporte, existem muitos recursos e bastante interesse do Governo em promover e incentivar o desenvolvimento dos esportes de neve. Único problema é que esta verba é destinada para projetos “alternativos” e (a meu ver) bastante utópicos. Ou seja, a Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN) resolveu investir na contratação de badalados treinadores e técnicos estrangeiros destinados a criar (do nada e bem em cima da hora, visto que a primeira seletiva foi realizada nas camas elásticas uns dez dias atrás com atletas de ginástica artística que nunca viram a neve antes!!) uma seleção de esqui acrobático, que supostamente deveria representar o País nos próximos Jogos Olímpicos programados para fevereiro de 2014. Enquanto isso, o Marcos, atual campeão brasileiro de snowboard slopestyle e membro da Comissão dos Atletas da CBDN e que a mais de uma temporada invernal está nesse caminho das pedras, perdeu todas as chances de usufruir destes recursos para participar das últimas 5 etapas da Copa do Mundo de snowboard, as quais poderiam lhe dar a oportunidade de se qualificar para os Jogos em Sochi (RUS). O esqui acrobático é hoje considerado universalmente uma disciplina obsoleta e em decadência, especialmente se analisada sob a ótica do interesse das mídias e de audiência!! Mas, como diz o Pedro Cavazzoni, superintendente técnico da CBDN:

“É preciso habilidade, mais do que esquiar, porque a técnica pode ser ensinada…”

Lembrem-se que são Jogos na neve e não de habilidade circense, onde é só saber fazer umas lindas cambalhotas para ganhar!! Todos estamos conscientes de que o nível do Marcos não é da pódio olímpico, mas para nós o importante é ver o snowboard nacional cada vez mais presente, suportado e divulgado. A campanha “procurando um patrocinador para Marcos” está aberta!! Quem puder ajudar entre em contato comigo ou diretamente pelo Facebook do Marcos. Força pessoal, porque os esquiadores, mais uma vez, nos deixaram na mão!!

Mais detalhes e infos Marcos Batista – Campeão Brasileiro de snowboard slopestyle 2012.

Gostou? Tem mais:

Sobre ianny

...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.