World Snowboard Federation Hemisfério Sul 2016 | Austrália cheia de oportunidades, nada na América do Sul


Cortesia: Ski & Snowboard Australia (SSA)

Acaba de ser divulgado o calendário das competições que rolarão na Austrália e válidas para o ranking da World Snowboard Federation (WSF) e do World Snowboard Tour (WST). Após uma temporada sem muitas novidades, a associação nacional: Ski & Snowboard Australia (SSA) acaba de oficializar a programação para esse inverno, caracterizada por muitos eventos e provas, incluindo na programação até 4 competições de carácter nacional e uma com coeficiente de nível internacional. Todas com premiação em dinheiro, como justo deveria sempre ser, basicamente serão provas de Slopestyle (SS), mais um Big Air (BA).

Perisher Playstation Slopestyle (AFP – Silver; WST – National)
Freeski and Snowboard SLOPESTYLE
22 July, Perisher, NSW, Australia
Open category – $15,000 in cash and prizes

The Subaru Australian Junior Freeride Championships (AFP – Silver; WST – National)
Freeski and Snowboard SLOPESTYLE
12 – 14 August, Perisher, NSW, Australia
18s and under – $15,000 in cash and prizes

Thredbo Slopestyle (AFP – Bronze; WST – National)
Freeski and Snowboard SLOPESTYLE
18 August, Thredbo, NSW, Australia
Open category – Prize pool $15,000 in cash and prizes (approx.)

The Mile High By Carlton Dry (AFP – Gold; WST – International)
Freeski and Snowboard SLOPESTYLE
19 – 24 August, Perisher, NSW, Australia
Open category – Prize pool $30,000 in cash and prizes

Australian Rookie Tour (WST – National)
Snowboard SLOPESTYLE
1 September, Thredbo, NSW, Australia
18’s and under – Prize pool $3,000 in cash and prizes (approx.)

Thredbo Big Air (AFP – Bronze; WST – National)
Freeski and Snowboard BIG AIR
2 September, Thredbo, NSW, Australia
Open category – Prize pool $15,000 in cash and prizes (approx.)

Agora a pergunta fica óbvia: e na America do Sul não vai rolar nada, por mais uma vez? Possível que por umas temporadas estávamos cheios de eventos enquanto agora ninguém faz mais nada? O que aconteceu hein? Todos sabem quanto ajudamos para levantar competições e circuitos… o quanto trabalhamos e botamos forças para fazer acontecer coisas que até então eram inéditas nesse nosso continente, especialmente para o nosso nível nacional. Aí “os cabeças” resolveram me culpar de infâmias e outras coisas lindas… me afastei/foi afastado e qual foi o resultado: nossos eventos continuam firmes e fortes, enquanto eles não realizaram nada. Só ficam se vangloriando de fazer parte da “família”, segurando a legitima licença da WSF, mas sobre estimular a progressão nacional… bom, a resposta é tristemente na frente dos nossos olhos. #MóPena!

ATENÇÃO: nos dias de hoje, a questão do ‪#‎FREERIDE‬ é cada vez mais massificada e, tentando resolver a missão de ‘Freeriding para todos”, o ‪#‎SAFE‬ se propõe como momento ideal para sensibilizar e aproximar sobre a cultura de segurança e perigos que podem ocorrer nas montanhas nevadas. Um evento único, dedicado para todos os apaixonados e curiosos, mas também para os turistas, que querem aprender mais sobre ‪#‎NEVE‬ e ‪#‎AVALANCHES‬. Um educacional para snowboarders, freeskiers, telemarkers e para todos os que se aventuram e desfrutam da neve, especialmente se for ‪#‎POWDER‬.

  • Para encontrar todos os detalhes e as informações relativas as atividades que rolarão durante o #SAFE 2016, solicitem entrar no nosso grupo no Facebook -> LINK
  • Enquanto para saber o que aconteceu no ano passado, aqui o resumo da primeira edição -> LINK
  • INSCRIÇÕES: entrar em contato para solicitar e receber a ficha de participação aqui -> LINK
  • A mais, além do Curso Internacional AIARE Nível1, estamos vendo a possibilidade de organizar também um inédito #SAFE Leader 2016… mais informações serão divulgadas nos próximos dias. Fiquem atentos! :D

  • Spread SnowLove Everywhere …é isso que nos motiva!!

    Gostou? Tem mais:

    Sobre ianny

    ...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.