Ragnarok, os resultados da prova de snowkite ao limite entre mitologia e realidade

O Red Bull Ragnarok é uma corrida de snowkite que acontece nas amplas planícies de Hardangervidda, uma localidade perto do ski-resort de Haugastol, bem no meio da Noruega, famoso e apreciado spot para snowkite que oferece condições constantemente perfeitas para kitear.

O nome do evento, Ragnarok, representa pela mitologia nórdica a grande guerra final entre o bem e o mal… e na qual somente os mais corajosos e heróicos conseguirão sobreviver. E toda esta ênfase não é por acaso: o Red Bull Ragnarok representa uma prova realmente para poucos snowkiters que além de dominar a técnica, são fortemente testados na resistência física. A competição consiste em um total de 6 corridas de aproximadamente 30min cada, por percursos que podem variar entre os 10 e os 20 quilômetros e a eliminação é direta: a cada run uma boa percentual de riders “fracos” é eliminada, permitindo somente aos mais rápidos poder alcançar a prova sucessiva. Ganha quem tem a resistência suficiente para conseguir liderar a maioria das 6 provas sem sofrer a eliminação causada por um qualquer queda, sequer momentânea, de prestações.

A edição 2011 do Red Bull Ragnarok aconteceu nos dias 1 e 2 de abril e contou com 200 atletas inscritos provenientes de muitas localidades do planeta e também o Brasil marcou presença neste evento com o kiter cearense Alexandre Neto.


Redbull Ragnarok 2011 – Week Summary from Lukash KITEBOARDING.CZ on Vimeo.

Então, estes são os grandes snowkiters ganhadores do Red Bull Ragnarok 2011:
Categoria snowkite masculina
1. Sigve Botnen (NOR)
2. Marius Coucheron (NOR)
3. Leoni Michelle (ITA)

Categoria skikite masculina
1. Bjørn Kaupang (NOR)
2. Nils Arne Rø (NOR)
3. Alexandr Palekhin (RUS)

Categoria snowkite e skikite feminino
1. Malin Rapp (SWE)
2. Andrea Gjørtz (NOR)
3. Camilla Ringvold (NOR)

Mais detalhes e infos AQUI, para assistir aos vídeos do Ragnarok edição 2011 AQUI.

Gostou? Tem mais:

Sobre ianny

...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.