O novo ataque da FIS ao espírito livre do snowboard

Hitler Takes Over Snowboarding! from travis norence on Vimeo.

Ok, é uma parodia…mas, na real, é o continuum de uma velha história que começou muitos anos atrás…quando o snowboard ainda não era considerado como “business” pelas grandes multi-nacionais dos esportes de inverno e nem fazia parte dos jogos Olímpicos. A Internacional Snowboard Federation (ISF) era o órgão que incorporava a maioria dos eventos e dos snowboarder. Criada e gerenciada por snowboarders, baseava-se no conceito: snowboard for snowboarders by snowboarders. Nos alvores do snowboard internacional a ISF, apesar de não ser reconhecida pelo Comitê Olímpico , foi o circuito com os melhores atletas e as melhores competições: de Shaun Palmer a Terje Haakonsen, de o Swatch BoarderX World tour aos Winter X-Games. Mas o Comitê Olímpico reconhece, desde sempre, somente a Fédération Internationale de Ski (FIS) como responsável pelas seleções dos atletas idôneos à competir nos Jogos. ”Fatos aconteceram” até que, enfim, a ISF afundou e a FIS herdou a tão desejada disciplina do boardercross (BoarderX ou BX), sem permissão de poder usar estes nomes e por isso hoje chama-se de snowboardercross (SBX). Visto que a ISF nada mais era que um grupo internacional de amigos que curtem a mesma paixão, rapidamente recompactou-se sob a nova bandeira da World Snowboard Federation (WSF) e voltou a decretar tendência com disciplinas as quais o slope-style…a tão desejada novidade que a FIS gostaria de ter nas próximas Olimpíadas de Moscou 2014…

Gostou? Tem mais:

Sobre ianny

...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.