Caro IOC, escuta a voz dos snowboarders!

Esta mensagem é direcionada principalmente para todas aquelas pessoas que, independentemente do País de origem, sempre manifestaram o desejo em poder contribuir no mundo do snowboard para ajuda-lo a crescer e evoluir cada vez mais, cada vez de forma melhor. Após a triste, mas para os veteranos muito previsível, decisão por parte da pouco ética Federação Internacional de Esqui (FIS) de atropelar novamente os acordos previamente estipulados e concordados pela criação da Freestyle Snowboard Task Force, a parte lesa (o snowboard, os riders e todos os movimentos globais de snowboarders…) está se organizando para reagir eficazmente contra este intento, por parte da FIS, em perseguir com a velha e insana visão/convicção de poder preservar o controle de um esporte que não tem nada a ver com a postura (técnica/harmônica/filosófica…) do esquiador, ou seja o snowboard! …pois é, será que ninguém nunca explicou para a FIS a saudável regra de cada um no seu próprio quadrado!?!? ou seja: é fato que o poker vai com o poker, e não com o xadrez… o vôlei com o vôlei, e não com o futebol… o pingue-pongue com o pingue-pongue, e não com o tênis… os karts com os karts, e não com a F1… correto?? Bom, então por que o nosso esporte deve ser ridiculamente controlado por uma federação de outro esporte?? Além de tudo a FIS na primeira década de vida do snowboard tentou boicotá-lo com todas as forças políticas/econômicas/comerciais e quem iniciou a praticar snowboard no começo dos anos 90, especialmente na Europa, sabe muito bem disso!!


Um adesivo da metade dos anos 90

Teorias contam que aquela conhecida briga de baixa suportação entre snowboarders e esquiadores inicia muito provavelmente por causa desta infeliz atitude tomada pela FIS, a qual fortuitamente não conseguiu afetar a justa evolução desta nova forma de snowshreeding, mas gerou fortes intolerâncias entre grupos de praticantes de esportes invernais diferentes… e pior de tudo é que esta atitude negativa não é/foi somente com o snowboard, mas foi usada também com outras disciplinas invernais…

Então, como todos nós sabemos, o slopestyle (SS) virou disciplina Olímpica e parece cada vez mais claro que o International Olympic Committee (IOC) resolveu delegar para FIS (ainda “utopisticamente” não de forma definitiva…) a decisão de eleger quais irão ser os eventos/competições que serão válidos para qualificar os rider a Sochi 2014… a história é muito parecida com a que se passou com o inserimento do halfpipe (HP) em Nagano 1998 e sinceramente como rider duvido que um órgão como a FIS, que além de não ter experiência em matéria de slopestyle (SS), além do que até agora nunca organizou nenhum evento significativo e de ressonância planetária, possa realizar algo de interessante e estimulante para os snowboarders… Por isso a We Are Snowboarding (WAS), o órgão mundialmente reconhecido como porta voz oficial de todos os riders, preparou esta carta de abaixo assinado direcionada a sede principal do IOC e com a qual cada um de nós pode pedir diretamente ao Comitê Olímpico rever esta decisão e, enfim, escutar a voz dos quem afinal serão os verdadeiros protagonistas (Riders=atletas – Riders=espetadores) do slopestyle (SS) em Sochi2014.


Para imprimir: “click direito” com o mouse, escolher no menu “abrir em nova aba”. Em seguida imprimir. Ou em alternativa AQUI para abaixar o file.

Se você for um snowboarder, por favor imprima esta carta, preencha e envie-a para a sede do IOC por meio do correio nacional… são pucos reais… não é uma ação de proselitismo politico, mas um grito para defender o que é nosso. É a nossa chance para revindicar o pleno controle do snowboard, deixando-o nas mão de quem faz snowboard…e não de quem esquia. E isso um dia, podem crer, será o natural e mais óbvio curso final desta complicada história: snowboard para snowboarder, feito por snowboarders!

Mais detalhes e infos AQUI.

Gostou? Tem mais:

Sobre ianny

...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.