A Carta Olímpica segundo os Snowboarders para os Snowboarders by Snowboarders


Kjersti Buass e Terje with the Snowboarders 180 Olympic Charter

No começo de abril 2011 o International Olympic Committee (IOC) deverá tomar a decisão definitiva sobre aquele polêmico assunto: se inserir o SlopeStyle (SS) como disciplina Olímpica e, sobretudo, com quais critérios. Apesar das várias tentativas de diálogo propostas pelos riders e pelos organizadores dos maiores e mais representativos circuitos mundiais de SlopeStyle (SS), o IOC continua sem tomar uma posição em mérito. De qualquer forma todos os riders estão apoiando a inclusão desta disciplina nos Jogos, mas somente se o SlopeStyle (SS) for controlado e gerenciado diretamente by snowboarders e não por uma dita federação (a FIS…) que nunca irá ser capaz de entender e representar em pleno a filosofia snowboard.

Aproveitando que neste fim de semana todos os melhores PRO snowboarders estão reunidos em Oslo (NOR) para o The Arctic Challenge, o mais importante e prestigioso evento de SlopeStyle (SS), foi apresentada a sugestão dos snowboarders, por meio do “Snowboarding 180 Olympic Charter”, onde estão detalhados todos os pontos fundamentais para poder inserir, e de qual forma, o SlopeStyle (SS) entre as disciplinas Olímpicas. Só para lembrar, a Carta Olímpica é o conjunto dos princípios básicos, das regras e dos padrões a serem seguidos para a realização dos Jogos Olímpicos.

Além dos dois maiores porta-vozes entre os snowboarders: Kjersti Buass e Terje Haakonsen, a Carta foi assinada também por outros PROs quais Torstein Horgmo, Chas Guldemond, Eric Willett, Sam Hulbert, Mark McMorris, Sage Kotsenburg, Jamie Anderson, Seppe Smits, Stale Sandbech, Sina Candrian, Jenny Jones, Spencer O’Brien…entre outros. E claro, Snowaddicted suporta em pleno esta iniciativa, não por questões de um simples anti-conformismo, mas por acreditar em um snowboard totalmente rider oriented e finalizado a estimular um crescimento progressivo e coerente deste maravilhoso “estilo de vida”.

The Snowboarding 180 Olympic Charter: Snowboarding should be run by snowboarders.
- We recognize the Olympics as a potential pinnacle event of snowboarding, but only if our voices are heard.
- All snowboard events and organizations throughout the world must listen to the driving force of our sport: the athletes.
- Snowboarders want a transparent and democratic process in all decision-making systems that have an effect on our daily lives and occupation.
- Snowboarding will never reach its full potential with conflicting dates of major snowboarding events.
- We do not want a new world tour for slopestyle qualifications.
- We want an Olympic ranking to reduce the date conflicts of major events.
- We believe the International Olympic Committee has a responsibility to listen to our voices and make way for the unleashing of snowboarding’s true potential.
- We want all powers to start a dialogue to find a solution for the better good of the sport.
- Preserving the status quo in snowboarding is not an option.

Com o “Snowboarding 180 Olympic Charter”, os snowboarder esperam em uma inversão de 180° por parte do IOC, eliminando onde possível o sobre posicionamento de datas entre as competições mais importantes e sobretudo que finalmente o ranking dos Jogos Olímpicos esteja independente, équo e baseado em eventos realmente representativos para o snowboard e os riders e que a pontuação não seja monopolizada em inexistentes circuitos de SlopeStyle (SS) organizados pela FIS.

Mais detalhes e infos AQUI.

Gostou? Tem mais:

Sobre ianny

...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.