We Ride: The Story of Snowboarding | A história do snowboard contada pelos protagonistas

We Ride: The Story of Snowboarding, um documentário para mostrar a verdadeira história do snowboard contada pelos protagonistas que transformaram aquela simples ideia de conseguir surfar a neve em um esporte que hoje envolve milhões de entusiastas. De como o conceito de snowboard iniciou-se, sim pelos surfistas, mas que na real foram os skaters que empurraram a natural progressão, idealizando e trasportando para a neve aquele conceito de liberdade que somente o skate tinha até então. Em We Ride: The Story of Snowboarding, temos a inédita oportunidade de escutar diretamente pela voz do Sherman Poppen (o verdadeiro e legítimo pai ancestral do snowboard moderno/industrial…) como se deu origem a tudo isso: as motivações, a funcionalidade, os primeiros modelos, a primeira comunidade de adeptos e a evolução do conceito de Snurfer para o Snowboard. Literalmente a história de todos nós, o primeiro projeto que realmente conseguiu documentar uma boa parte destes últimos 40 anos: de como uma subcultura, inicialmente descriminada e boicotada, transformou-se em um esporte de massa, hoje maior protagonista nos esportes invernais.

Em We Ride: The Story of Snowboarding, patrocinado inteiramente pela Burn Energy Drink e realizado pela produtora inglesa Grain Media, estão ressaltados os acontecimentos mais essenciais que influenciaram drasticamente a evolução do snowboard: o histórico antagonismo entre Tom Sims e Jake Burton, literalmente o irracional contra o racional, west coast contra east coast, a liberdade criativa típica da Califórnia contra o capitalismo característico de Nova Iorque (EUA)… que sucessivamente se transformou na guerra de supremacia entre os dois primeiros ícones sagrados do snowboard: Craig Kelly (freerider, eficiente, planejador, Burton team) contra Shaun Palmer (alma 100% freestyler, one show man, eleito o melhor poli-atleta do mundo desde sempre, Sims team).

Simplesmente imperdível, valeu para todos os que estiveram envolvidos na realização deste projeto. Tomara que isso sirva para preencher e completar as lacunas que alguns ainda tem, torcendo para que também possa ser usado como referência para evitar futuro erros de imprecisão como esse. De qualquer forma, quem publicou isso já está desculpado: afinal eles não são snowboarders, visto que nem o nome do nosso pai souberam escrever de forma correta. #Ficaadica :P

Mais detalhes e infos We Ride – The Story of Snowboarding.

Gostou? Tem mais:

Sobre ianny

...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.