Classificação das pistas de esqui | Calcular a inclinação média

Todas as pistas de esqui para serem habilitadas a prática dos esportes de neve, precisam ser homologadas por meio de uma classificação reconhecida a nível internacional a qual considera as pendências longitudinal e transversal da pista para identificar o grau de dificuldade. Ou seja imaginando poder ver o perfil diagonal da nossa descida e/ou montanha e da qual queremos conhecer o percentual de inclinação (Y). Criamos uma linha perpendicular com o valor do desnível entre ponto de partida e de chegada (H) e automaticamente iremos conhecer o comprimento da base (B) do nosso imaginário triangulo retângulo. Agora é só lembrar daquela regrinha de geometria que dizia algo tipo… B:H*100 = Y%

As pistas de esqui então são classificadas desta forma:

Pista VERDE: identifica um traçado muito fácil e com pouca pendência, entre 10% e 15%. Geralmente são curtas e lentas que as tornam ideal para inexperientes com o ambiente neve e os relativos esportes.

Pista AZUL: com pendências inferiores ao 25%, são consideradas pistas fáceis e indicadas a esquiadores e snowboarders de nível principiante, mas também podem ser usadas por expertos que procuram melhorar a técnica e que nesta categoria de pistas podem se preocupar somente com o exercício a ser executado

Pista VERMELHA: são as maiorias das pistas presentes no mundo inteiro. Geralmente não costumam superar o 40% de inclinação (23°…) a não ser por breves partes nas quais as pendências podem aumentar consideravelmente. Por este motivação não todas as vermelhas são tecnicamente iguais e é fácil ouvir comentar que “aquela pista vermelha é mais fácil ou menos pendente que a outra”. De forma geral este é um nível para praticantes, não necessariamente expertos, mas com um bom domínio do próprio instrumento.

Pista PRETA: são as mais difíceis, acessíveis exclusivamente para praticantes expertos. São pistas com pendências superiores aos 40% com picos que podem chegar aos 75%. Usualmente encontram-se nos topos das montanhas e por este motivo a maioria das pretas são também estreitas e bastante radicais.

Gostou? Tem mais:

Sobre ianny

...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.