Snowskate

(rider: Alan Gerlach)

Muitos anos atrás o instinto natural era de, em caso de neve, tirar os trucks do skate e skatear aproveitando da superfície nevosa. Resultando em uma experiência muito divertida e um pouco menos dolorida: pode ser gelo ou mármore, mas nunca como as pedrinhas de asfalto que, além do sangrento estrago, se enfiam de baixo da pele…
Único verdadeiro problema era que as pranchas, feitas de madeira, não aguentavam muito este tipo de manuseio, abrindo-se e/ou apodrecendo com bastante frequência. Também a aderência dos pés com a prancha estava meio que comprometida: a fita de lixa, ao se molhar, perdia rapidamente o grip e a madeira ficava muito escorregadia e instável.
Mas…logo ai começou a aparecer o snowboard e o snowskate ficou na geladeira até alguns anos atrás quando algumas empresas começaram a investir e criar produtos mais idôneos para este utilizo. Atualmente existem principalmente dois tipos de snowskate: o single-deck e o bi-decks (ou double-decks). A diferença é que o double-deck é uma prancha de skate apoiada a uma espécie de pequeno esqui. Popularmente esta variante é conhecida e chamada de snowdeck, mas esta é uma palavra patenteada pela Burton e com a qual esta marca comercializa de forma exclusiva os próprios snowskate, que são de tipo bi-decks.

A seguir os links de três FREE vídeos de snowskate com riders quais Alan Gerlach (1st Yeti Jam 2009, 2nd Winter X-Games 2009) e Phil Smage (2nd Yeti Snowskate Jam 2009, 1st Winter X-Games 2009) para ter uma idéia do dinamismo deste esporte.

Enjoy 😀

Curtiu nosso trabalho e quer se envolver e/ou dar aquela força a mais?

  • Siga-nos pelos canais sociais Facebook | Instagram
  • Inscreva-se na Newsletter
  • Venha participar da nossa Programaçāo
  • Vista nossa Camiseta 100% Orgânica

  • Próximas fadigas

    Inverno HN 🏔️

  • Continuando procurando uma soulçāo para o Covid-19🤞💪


  • ianny

    ianny

    ...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *