Primeira nevasca do ano no Brasil | Cidades da região sul registram neve

Nevou no Brasil

Durante os meses invernais é bastante comum que massas de ar frio se desloquem pelo continente, como aconteceu nestes dias com essa frente fria que conseguiu atingir até o norte do país, alcançando também os estados de Rondônia, Acre e o centro-sul do Amazonas, onde foram registradas variações de até 15° nas temperaturas! No começo da semana passada o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) e o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) advertiram que uma importante massa de ar frio teria marcado presença durante o fim de semana, com forte probabilidade de ocorrências de neve especialmente nas regiões da Serra Gaúcha e da Serra Catarinense! E assim aconteceu: os primeiros fenômenos foram registrados no final da tarde da quinta-feira, 20 de agosto 2020, e se intensificaram durante a noite! Mas infelizmente a quantidade de umidade no ar estava bastante escassa e isso complicou com a quantidade de neve que caiu, que foi bem abaixo das expectativas e durou só poucos minutos!


Cortesia: Snowaddicted – Infográfico precipitações invernais

Para que a mágica possa acontecer também aqui no Brasil, especialmente nas regiões do sul do país, a frente fria precisa se deslocar muito rapidamente, pois ao longo do viagem a massa de ar frio perde de energia e por isso a velocidade é importante para preservar a intensidade da temperatura. A mais o frio precisa percorrer o caminho desde a Patagônia rumo o norte exclusivamente por cima da área continental e não pelo oceano. Isso porque nessa época do ano a temperatura do mar costuma ser mais quente e o contato entre a massa de ar com a água faz com que a frente fria perca força. Sem esquecer que para ter neve é preciso que chova enquanto o ar ainda está frio!

No Rio Grande do Sul a Somar Meteorologia confirmou a presença de neve em muitos municípios gaúchos, especialmente na Serra onde o fenômeno foi mais intenso! Muitas imagens e vídeos dessa nevasca chegaram de cidades como São Francisco de Paula, São José dos Ausentes, Canela e Cambará do Sul. Já em outras localidades os registros foram de chuva congelada.


Cortesia: Fernando Keiser e Nicole Silva / Agência de Notícias São Joaquim Online

Em Santa Catarina a neve chegou até as portas da Grande Florianópolis! O instituto Epagri/Ciram confirmou ocorrências de neve nos municípios de Rancho Queimado, Major Gercino e Anitápolis, além que na Serra Catarinense onde os registos foram mais intensos e visíveis! Próximo à meia-noite de quinta para sexta-feira as cidades de São Joaquim, Urupema, Urubici e Grão-Pará divulgaram relatos de neve Bom Jardim da Serra que “a querida” mostrou-se com mais intensidade. De qualquer forma também aqui o fenômeno durou poucos minutos e não chegou acumular.


Cortesia: internet – Registro temperatura dia 21 agosto 2020, no horário das 07h58

Ao amanhecer na sexta-feira não tinha sequer evidencia dela, mas vale evidenciar que SC acordou com mais de 40 cidades com temperaturas abaixo de zero. O recorde ocorreu em Bom Jardim da Serra, onde a estação do Morro da Igreja chegou a marcar -8,6°C.

Pena que, naquelas pouquíssimas oportunidades que interessam nossas regiões, esse fenômeno costume durar somente algumas horas. Sempre pensou-se que era por culpa das características geográficas do território, mas agora parece que os especialistas encontraram o porque! Se isso for confirmado significa que precisamos urgentemente instituir cursos teóricos e práticos para correr atrás do prejú e cobrir essa triste lacuna!

Mais detalhes👉 Dicas e conselhos sobre turismo invernal

Curtiu nosso trabalho e quer se envolver e/ou dar aquela força a mais?

  • Siga-nos pelos canais sociais Facebook | Instagram
  • Inscreva-se na Newsletter
  • Venha participar da nossa Programaçāo
  • Vista nossa Camiseta 100% Orgânica

  • Próximas fadigas

    Inverno HS 🏔️

  • Encontrar uma soulçāo para o Covid-19🤞💪


  • ianny

    ianny

    ...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *