Os World Freeriding Champions 2011 de snowboard e de freeski

Nestes dias os top riders de snowboard e os melhores freeskiers reuniram-se em Valdez, no Alasca (EUA), em ocasião da quarta edição do Tailgate Festival, para participar da mais exclusiva competição de freeride do mundo: o World Extreme Freeride Championships. Esta prova teve como base o Thompson Pass, no coração das montanhas do Chugach (EUA), uma área famosa pelas condições extremas onde o perigo de avalanche é constante e as paredes são ricas de obstáculos naturais realmente empenhativos. De forma geral todo o Alaska, mas especialmente as redondezas das Chugach Mountains (EUA), são lugares onde realmente a natureza está longe de ser “controlada” pelo homem, dificultando qualquer tipo de previsão, mesmo as meteorológicas. Mas por outro lado oferece, exclusivamente para os riders mais preparados, a rara oportunidade de poder livremente escolher qualquer parede para escalar e aproveitar da melhor neve polvo do planeta.
O World Extreme Freeride Championships tem como objetivo principal eleger o top atleta de Big Mountain para freeski e para snowboard por meio de duas das mais lendárias competições de freeride do planeta: o King of the Hill para snowboarders e, para os freeskiers, o World Extreme Skiing Championships (WESC).

King of the Hill (KOTH)

O King of the Hill (KOTH) é uma histórica competição de freeride para snowboarder que iniciou em Valdez (EUA) nos meados dos anos noventa e que hoje chega na décima sétima edição. Para participar necessita ser convidado pela organização, a qual escolhe os riders mais merecedores baseando-se nos resultados obtidos por estes nas competições de Big Mountain durante o inverno, mas também pelo histórico de cada atleta em freeride. O programa inicial contava con duas runs de puro freeride pelas paredes do setor denominado BroBowl, mais uma terceira na parede conhecida como Skatepark, com características mais freestylers. Mais detalhes e especificações AQUI.


The King of the Hill 2010 from UnofficialNetworks on Vimeo.

World Extreme Skiing Championships (WESC)

O World Extreme Skiing Championships (WESC) é provavelmente a mais antiga e extrema prova de freeride para os skiers. Por muitos anos ficou esquecida, mas o grande prestígio desta prova e a coincidência do 2011 ser o vigésimo aniversário da data de criação do WESC, levaram os organizadores do Tailgate a ressuscitar esta competição que tem como único escopo coroar o melhor freeskier do planeta. Com o pleno suporte da International Freeskiers Association (IFSA), foram convidados os 40 top skiers, escolhidos entre os que ganharam as provas de freeride mais empenhativas como, entre as outras, o World Heli Challenge da Nova Zelândia. Mais detalhes e especificações AQUI.

As provas estavam marcada para acontecer no sábado dia 2 de abril 2011, mas a pouca visibilidade e as contínuas e abundantes nevicadas obrigaram a organização a suspender as duas competições por óbvios motivos de segurança.

Mas finalmente na quarta feira, dia 6 de abril, o céu amanheceu azul e a Guarda Nacional liberou a organização (e os atletas…) para realizar as tão esperadas provas de freeride. As abundantes nevascas dos dias passados e a perfeita visibilidade criaram as condições perfeitas para este tipo de evento, porém o pouco tempo a disposição não permitiu poder realizar as duas provas no formato inicial e diferenciadas por esporte praticado: tiveram que ser reduzidas a duas runs exclusivamente no setor BroBowl juntando em um único dia todos os atletas. Os freeskiers foram os primeiros a descer, desfrutando de uma incrível fresh snow.

Então estes foram os nomes que levaram o titulo 2011 de melhor freerider do planeta:

Categoria Freeski – WESC
Dan Vandermeulen, freeskiers local de Valdez (EUA) e um dos grandes favorecidos, levou o título faturando a incrível pontuação de mais de 500 pontos, considerando um máximo de 600 pontos, derrubando qualquer possibilidade para os outro freeskiers poder alcançar o estilo e a perfeição deste grande atleta que logo no início determinou a melhor e mais empenhativa linha de descida.

Categoria Snowboard masculino – KOTH
Aaron Robinson, já ganhador neste ano da quarta edição do TNF Masters of Snowboard, levou a corôa do KOTH mostrando toda a sua habilidade e técnica com duas run sensacionais e altamente fluidas. A segunda run foi de switch do início até o fim!

Categoria Snowboard feminino – KOTH
Holly Enderle, título meritadissimo após duas runs nas quais além de deixar para atras Iris Lazzareschi, a ganhadora 2011 do TNF Masters of Snowboard, mostrou pleno controle, muito estilo e fluidez, confirmando-a oficialmente como uma das melhores snowboarders de Big Mountain atuais.

Mais detalhes e infos AQUI.

Gostou? Tem mais:

Sobre ianny

...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.