WSF Para-Snowboard World Cup | Os resultados desta temporada após a final em Nakiska (CAN)

Sucessivamente o grande sucesso dos WSF Para-Snowboard World Championships 2012 que aconteceram em Orcières (FRA), a World Snowboard Federation (WSF), com a estreita colaboração da associação canadense de snowboard (Canada-Snowboard), realizou a etapa final do Para-Snowboard World Cups 2012 na estação de esqui de Nakiska (CAN). Na categoria em pé (standing rider) a holandesa Bibian Mentel e o norte americano Evan Strong ganharam as duas provas da etapa canadense, assegurando-se assim também o prestigioso título overall da temporada 2012. Na categoria sentados (sitting riders) o rider local Sam Danniels conseguiu vencer as duas provas, mas isso não foi suficiente para garantir o título mundial overall 2012 que foi para o snowboarder norte americano Ravi Drugan. Outro americano, Wesley Sebold, ganhou as duas provas dedicadas a categoria dos atletas portadores de deficiencia visual.


Cortesia: World Snowboard Federation (WSF)


Cortesia: World Snowboard Federation (WSF)

Standing Women – World Cup #1:
1st Bibian Mentel (NED);
2nd Sara Dorigatti (ITA);
3rd Megan Harmon (USA).

Standing Women – World Cup #2:
1st Bibian Mentel (NED);

2nd Sara Dorigatti (ITA);

3rd Megan Harmon (USA).

Standing Men World Cup #1:
1st Evan Strong (USA);
2nd Mike Shea (USA);

3rd Tyler Mosher (CAN).

Standing Men – World Cup #2:
1st Evan Strong (USA);

2nd Mike Shea (USA);

3rd Keith Gable (USA).


Sitting Men – World Cup #1:
1st Sam Danniels (CAN);

2nd Ravi Drugan (USA);

3rd Kurt Oatway (CAN).

Sitting Men – World Cup #2:
1st Sam Danniels (CAN);

2nd Kurt Oatway (CAN);

3rd Ravi Drugan (USA).

Visually impaired Men – Day 1:
1st Wesley Seybold (USA);

2nd Matteo Coterno (ITA).

Visually impaired Men – Day 2:
1st Wesley Seybold (USA);

2nd Matteo Coterno (ITA).


Cortesia: World Snowboard Federation (WSF)


Cortesia: World Snowboard Federation (WSF)

Mais detalhes e infos World Snowboard Federation (WSF).

Gostou? Tem mais:

Sobre ianny

...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.