World Rookie Tour (WRT) | Islândia novamente no pódio em Livigno (ITA)

World Rookie Tour

A edição 2018 da icônica etapa do World Rookie Tour (WRT) em Livigno (ITA) recebeu mais de 100 rider provenientes de 11 países. Após dois dias de fortes nevascas e nuvens baixas, finalmente o sol reapareceu na terça-feira, a tempo para o dia de treinamento, como também durante a final que rolou na quarta-feira, onde os atletas mostraram o próprio nível. Entre as meninas, que começaram as provas dessa edição, Annika Morgan (GER) conseguiu garantir o primeiro lugar entre as Rookies com uma linda run que iniciou com um 360 e um frontside 360 ​​indy na linha dos kickers, seguidos por um boardslide 270 out e um lipside pretzel 270 out na parte dos rails. Em segundo e terceiro lugar ficaram as finlandesas Inna Puhakka e Evelina Taka.


Cortesia: World Rookie Tour (WRT)

Entre as Grom foi Mia Brookes (GBR) que assumiu o primeiro lugar à frente de Elena Schutz (SUI) e Evy Poppe (BEL). Em seguidas rolou a prova da categoria Grom masculina com William Mathisen (SWE) e Alessandro Lotorto (SUI) que ganharam respectivamente o primeiro e o segundo lugar. Vale a pena evidenciar que William dominou na categoria com uma pontuação de 82,5 mandando um backside double cork e um frontside 720 melon na linha dos kickers XL e um front blunt 270 seguido por um backblunt 270 in na parte final dos rails. Para completar o pódio: Lukas Frischhut (AUT) chegou em terceiro.



DEEJAY Xmasters World Rookie Fest 2018 from MOON on Vimeo.

Entre a categoria Rookie, pela segunda vez consecutiva, os riders islandeses levaram o ouro! Com uma run sólida e muito técnica o Baldur Vilhelmsson registrou 85,3 pontos mostrando uns estilosíssimos frontside 900 indy e switch back 900 on nos kickers iniciais, seguidos por um blunt 270 out e um backside 270 in na parte final deixando atrás o suíço Nick Punter e o alemã Noah Vicktor. Com estes resultados fica cada vez mais claro que o nível competitivo do snowboard está cada vez mais alto e técnico. Parabéns World Snowboard Federation (WSF) para criar este alucinante tour que, além de dar uma possibilidade aos pequenos riders mostrar os próprios talentos, estimula intensamente a progressão do nosso esporte!

ianny
...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.

Deixe uma resposta

Top