Speedriding no vulcão Etna (ITA) | Uma adrenalínica conjunção entre fogo, neve e ar

Uma importante marca suíça de equipamentos para os esportes de montanhismo está comemorando os 150 anos de atividade… e resolveu organizar uma épica ação de marketing: 150 times de diversas nacionalidades escalarão 150 picos ao redor do mundo durante um ano. Já foram escaladas montanhas na Argentina, na China, na Bulgária, no Equador, na Índia, no Chile, na Coreá, na Nova Zelândia… e também na Itália, onde além das “clássicas” localidades de montanhismo nos Alpes, um desses times resolveu incluir também o majestoso vulcão Etna (ITA) entre os objetivos a serem escalados, porém diferenciando-se das outras jornadas incluindo o speedride entre as opções de descida.

Os dois speedriders Felice Boccanegra e Jody Barratin concluíram com êxito esta tentativa, conquistando e dominando o maior e mais ativo vulcão da Europa, tornando-se assim os primeiros a curtirem as neves do Etna (ITA) de speedride, que até então estava vetado. Agora parece que a prefeitura local esteja analisando a possibilidade de tornar este vulcão, que já hospeda uma bela e exótica estação de esqui, meta também para os praticantes de speedriding e quem sabe, de repente isso se torne realidade já pela próxima temporada invernal.

Mais detalhes e infos 150 Peaks Project.

Gostou? Tem mais:

Sobre ianny

...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.