Mendoza requalifica e amplia a oferta de neve | Em breve mais centros de esqui na região

Turismo de neve em Mendoza (ARG)

Embora as mudanças climáticas dos últimos anos provocaram que em alguns centros tradicionais de esqui da província de Mendoza, na Argentina, tivessem uma progressiva escassez de neve, surgiram dois novos projetos de centros de esqui: um em Malargüe (ARG) e outro em Tunuyán (ARG). A localização para estes dois projetos foi procurada tendo em consideração os acúmulos de neve durante os invernos de forma tal que possam ser garantidas as atividades invernais por cerca de cinco meses no ano.


Terreno onde será desenvolvido o centro de esqui El Azufre, que leva o mesmo nome do Vulcão

El Azufre, que será localizado em Paso Vergara, acerca da cidade de Malargüe (ARG) é um dos projetos em questão e já está em fase de elaboração do plano diretor e do relativo processo de licenças. Será desenvolvido em etapas e irá contemplar a construção de hotéis, condomínios (calcula-se acerca de 2.100 leitos) e uma dezena de restaurantes/bares. As pistas deveriam contar com uns 6 meios de elevação iniciais e, no total, deveria gerar mais de 600 empregos diretos.


Terreno onde será desenvolvido o centro de esqui El Azufre, que leva o mesmo nome do Vulcão

No momento foram realizados os levantamentos sobre as condições do território, sobre a quantidade e qualidade da neve e do risco de avalanches, sobre a possibilidade de terremotos e erupções vulcânicas … e aparentemente parece que os resultados obtidos indicam essa localidade como uma das mais promissoras na Cordilheira dos Andes para esse tipo de investimento.


O projeto do centro de esqui em Punta Negra Manantiales

O outro complexo planejado deverá ser desenvolvido no morro de Punta Negra Manantiales, a uns 14 quilômetros da cidade de Tunuyán (ARG). Será um resort de montanha, com uma aldeia exclusivamente turística que irá ser servida por hotéis, pousadas e apartamento, além de restaurantes.


A Área de Punta Negra Manantiales no verão! Essa foto foi tirada em dezembro

Nessa fase inicial serão previstos 3 meios de elevação para as atividades de montanha. O investimento previsto é de 43 milhões de dólares e irá gerar acerca de 600 vagas de empregos.


Centro de esqui: Penitentes (ARG) – Para inverno 2019 abrirá somente uma mini pista sem meio de elevação

No entanto, o tradicional centro de esqui mendocino de Penitentes ainda está com problemas burocráticos de operabilidade: venceu a concessão para explorar o serviço e “as partes” não estão encontrando um meio termo que possa satisfazer os envolvidos. Resultado: ano passado ficou sem operar durante toda a temporada invernal, enquanto para essa conseguiram uma liminar em cima da hora que irá permitir que a Viento Blanco SA (a mesma que gerencia o parque de neve de Los Puquios) poderá explorar uma mini pista de esqui, mas sem a possibilidade de ativar nenhum dos “antigos” meios de elevação presentes. Se interessar: o Governo está buscando interessados em assumir, revitalizar e explorar esse histórico centro de esqui argentino.

ianny
...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.

Deixe uma resposta

Top