Jovem esquiador brasileiro Nathan Wayne Alborghetti conquista medalhas na Europa | Situação dos atletas de snowboard e de esqui da seleção


Cortesia: Bendita Ideia – Atleta: Nathan Wayne Alborghetti

Parabéns para Nathan Wayne Alborghetti por conquistar quatro importantes medalhas no Troféu Borrufa, que aconteceu nestes dias em Orcalis (AND). Com apena 13 anos, o esquiador baiano, mas que mora e treina constantemente há uns anos na Itália, conseguiu se destacar nos resultados das provas de Slalom Gigante (SG), da Super Combinata, e, por duas vezes, no Super G, faturando duas prata e dois bronze. Essas três disciplinas são as principais modalidades nas competições de esqui nórdico.

Comunicado de imprensa:

Jovem esquiador brasileiro conquista três medalhas no Trofeu Borrufa, na Europa

Baiano radicado na Itália, Nathan Alborghetti registrou marca inédita para o país na competição

O esquiador brasileiro de 13 anos, Nathan Alborghetti acaba de registrar uma marca inédita para o esqui alpino brasileiro na categoria infanto-juvenil: ele conquistou três medalhas no Trofeu Borrufa, em que participam atletas de 12 a 15 anos de 27 países.

O atleta nascido em Salvador (Bahia) conquistou sua primeira medalha nessa edição do evento na última terça-feira (29) na prova de Slalom Gigante. Nathan foi apenas superado apenas pelo espanhol Mikel Linacisoro (1º) e pelo Russo Nikita Gurianov (2º). Esta é a terceira medalha do atleta na história da competição (foi bronze no Super Gigante e no Super Combinado em 2012) e a segunda da temporada, pois ele garantiu um bronze em uma prova local da Itália, onde reside com seus pais e irmã Esmeralda Alborghetti, que também representou o país no evento.

Muito bem preparado física e tecnicamente (com suporte da Confederação Brasileira de Desportos na Neve), o esquiador realizou excelentes provas ontem (30) e levou o Brasil novamente ao pódio. Na prova de Super Combinado, que reúne uma descida de Slalom Especial e uma descida de Super Gigante, Nathan conquistou a medalha de bronze, sendo superado somente pelo Russo Nikita Gurianov (1º) e pelo espanhol Mikel Linacisoro (2º).

O ótimo desempenho na prova de Super Gigante, ainda rendeu ao atleta a medalha de prata na disputa, uma vez que o Trofeu Borrufa premia também o desempenho individual da prova utilizando os tempos feitos na prova de Super Combinado.

“Esse ano enfrentei atletas muito fortes, em particular os russos, franceses e espanhois. Minha meta era ser o melhor atleta da América do Sul e por isso treinei intensamente o ano passado. Estou feliz pelo resultado conseguido depois de muito trabalho e dedicação e também emocionado, afinal aqui estão alguns dos melhores atletas do mundo da minha categoria”, afirma Nathan Alborghetti.

Com esses resultados, o atleta totaliza cinco medalhas no Trofeu Borrufa e registra seu nome na história do torneio, que ao longo das 21 edições reuniu mais de três mil esquiadores de diversos países.

A atleta Esmeralda Alborghetti, de 14 anos, também realizou provas de Slalom Especial, Slalom Gigante e Super Gigante no Trofeu e conseguiu boas marcas. Ela se recupera de uma lesão no joelho e está treinando intensamente para as próximas competições da dupla na Europa.

Em março, os dois voltam a representar o país em duas importantes competições: O Topolino e o Pinocchio Sci, ambos na Itália.

Michele Barcena – Coordenadora da Bendita Ideia Comunicação e Imagem.


Atleta: Fabio Guglielmini

Outros esquiadores da seleção também estão participando de importantes campeonatos (substitui “competições” por “campeonatos” porque repete “competir” na mesma frase) de esqui, como o atleta Fabio Guglielmini, que acaba de realizar ótimos resultados em uma prova oficial da Federação Internacional de Esqui (FIS), e irá competir junto aos colegas Jhonatan Longhi e Esmeralda Alborghetti no Campeonato Mundial de Ski Alpino, nesses dias em Schladming (AUT). Depois da etapa austríaca do mundial, Nathan e a irmã Esmeralda voltarão a competir somente em março, participando do Troféu Topolino, um dos mais tradicionais eventos para as jovens talentos dos esportes invernais que acontecerá em Folgaria (ITA), e do Pinocchio Sci, que está marcado para o final de março no centro de esqui do Abetone (ITA). Infelizmente, as outras meninas do esqui nacional não irão participar do mundial na Áustria, visto que Chiara Marano não conseguiu a pontuação necessária para se qualificar, enquanto Maya Harrisson está se recuperando de uma lesão.


Atleta: Isabel Clark – Foto Iván Fuenzalida Sáez

A snowboarder carioca Isabel Clark não conseguiu, por poucos centésimos de segundo, se qualificar para as finais da etapa do circuito mundial de Snowboard Cross (SBX), em Blue Mountain (CAN). A atleta concluiu as qualificações em décima sétima colocada, mas precisava estar dentro das top 16 para passar à fase sucessiva . Agora Isabel irá ter uns dias de descanso para se preparar para a próxima etapa do mundial, marcada para Sochi (RUS), na qual, além do SBX, estava na programação também a prova de slopestyle (SS), porém a falta de neve e as altas temperaturas prejudicaram a preparação das pistas de competições e o slopestyle (SS), onde o nosso Marcos Batista estava inscrito para participar, já foi cancelado e o SBX está em alto risco de ser suspenso.


Atleta: Amaury Rosa

E o catarinense Amaury Rosa continua treinando no belo snowpark de Keystone (EUA) após uma breve pausa fora da neve para se recuperar de uma leve lesão no joelho… bonito este nose press hein!! ;)

Mais detalhes e infos Snowaddicted Brasil – Brasil na neve.

Gostou? Tem mais:

Sobre ianny

...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.