Freeride World Tour 2017 | O que rolou em Haines (EUA) terceira etapa do tour

Com os resultados da etapa em Fieberbrunn (AUT) do Freeride World Tour (FWT), dos 50 atletas participantes só os top 28 atletas receberam o ticket para participar da clássica etapa no Alasca (EUA), além de garantir a qualificação na Grand Finale, que irá acontecer no começo de abril em Verbier (SUI), como também conquistaram, por direito, a uma vaga na edição 2018 desse incrível tour de freeride mundial! Mas em Haines (EUA) os jogos estavam ainda abertos e bem concorridos para os títulos da temporada. E para deixar essa disputa ainda mais acirrada, o território do desafio foi a ladeira conhecida como “The Venue”: um impressionante drop vertical de 600 metros de desnível, acessível somente via helicóptero! Um playground típico do freeriding no Alasca (EUA), muito ingrime e com penhascos empenhativos e bastante técnicos, nos quais os atletas mostraram muita criatividade e coragem!

Na categoria snowboard masculino, com os resultados dessa etapa, os jogos para o título do world tour já encerraram! O snowboarder norte americano Ryland Bell abriu a competição com uma linha realmente bonita e cheia de manobras e alguns jumps muito altos, mas não foram suficiente para contrastar Sammy Luebke, compatriota e leader do ranking. Luebke mostrou uma run espetacular e cheia de estilo que lhe garantiram tanto o primeiro lugar no pódio, quanto o título do FWT 2017 com uma etapa antes da Grand Finale! Vale a pena conferir a descida dele… foi sensacional! Também entre as snowboarders a guerra para o título estava muito apertada, porém continua em aberto: a norte americana Shannan Yates conquistou o pódio com uma run técnica e agressiva, botando assim grandes chances para alcançar a icônica coroa do WT, entrando assim na briga direta com a rider francesa Marion Haerty, atual campeã do FWT16, que chegou nessa etapa em segundo lugar. Para elas será determinante a etapa no lendário Bec des Rosses (SUI).

Também para os skiers os jogos continuam em aberto e tudo será decidido somente em Verbier (SUI). O forte francês Loïc Collomb-Patton, atual campeão 2016, mostrou uma enérgica run com truques amplos e impressionantes que lhe garantiram tanto o pódio no Alasca (EUA), quanto a possibilidade de levar o prestigioso título do WT pela segunda vez consecutiva… mas atualmente está empatado com outros dois atletas no ranking. Um dos quais é o Léo Slemett, outro francês, que mesmo realizando uma run bastante símil com a de Loïc foi meno determinado comparado a seu compatriota e finalizou em segundo lugar no pódio. Quem também está nessa briga para o título é o skier sueco Kristofer Turdell, que porém não conseguiu brilhar nessa etapa, mas continua no topo do ranking junto com os franceses. No ranking das meninas do esqui a guerra está entre Itália e Áustria. Atualmente está liderada pela Arianna Tricomi (ITA) que merecidamente terminou a prova em primeiro lugar após uma descida espetacular e suficiente para cutucar a colega Lorraine Huber (AUT) que tentou correr atrás dela com uma linha similar, mas não suficiente para ir além do segundo lugar. Ou seja, como podemos ver muitas coisas ainda precisam ser resolvidas na Grand Final que irá rolar nesse fim de semana no Bec des Rosses (SUI)

Para mais -> infos
Para mais -> fotos

Mas agora foco total na final do circuito… já estamos com o snowbag quase pronto para presenciar esse imperdível evento, visto que recebemos novamente o convite oficial para estar lá e curtir pessoalmente tanto a competição quanto, obviamente, a grande festa ;) #Dropin

Spread SnowLove Everywhere …é isso que nos motiva!!




Gostou? Tem mais:

Sobre ianny

...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.