Freeride World Tour 2017 | A Grand Finale em Verbier (SUI)

Que dia esse… que grande evento e quantas emoções durante essa última e icônica etapa do Freeride World Tour (FWT) edição 2017! Presenciar um evento desse tipo é sempre uma forte emoção e os organizadores do FWT estão, mais uma vez, de parabéns por ter realizado mais uma alucinante temporada desse incrível tour, que leva os melhores atletas de freeride do mundo a se desafiarem em montanhas realmente épicas! Sem contar as festas e a programação ad hoc sempre presente nestas ocasiões! Que dia esse… a grande final do tour estava programada para sábado, mas o tempo ficou instável e hostil até domingo a noite e na segunda feira, dia 03 de abril, fomos presenteados com céu azul e uns centímetros de powder! Condições simplesmente perfeitas para terminar o tour e encerrar a temporada! Sem contar que a tensão estava muito alta: afinal estávamos no icônico e temido Bec de Rosses (SUI) e ter ótima visibilidade é sempre um fator essencial! A mais, se já tínhamos um Campeão 2017 na categoria dos snowboarders, os atletas das outras categorias ainda estavam na luta para conquistar o título da temporada. Especialmente para os skiers: pela primeira vez na história do FWT, os top 3 atletas estavam empatados tornando a etapa de Verbier (SUI) crucial para o prestigioso título!

Um pouco pelas condições da neve e meteorológicas ótimas, um pouco por causa da grande pressão entre os atletas tanto para ganhar a etapa, quanto para alcançar o desejado título mundial, a competição foi realmente emocionante até o fim… na categoria snowboard masculino, o norte americano Sammy Luebke, mesmo com o título já nas mãos desde a etapa em Haines (EUA), esbanjou mais uma vez sua técnica com grandes aéreos na temível área do Bec conhecida como Dogleg Couloir, dominando também a etapa suíça do FWT. Entre os esquiadores, o francês Leo Slemett conseguiu levar o título mundial mostrando uma run realmente espetacular e com muitas manobras aéreas, enquanto o sueco Reine Barkered impressionou todos com uma descida absurdamente rápida e ladeira abaixo, que lhe garantiu o degrau maior no pódio em Verbier (SUI).

Entre as ladies do snowboard, a famosa rider Anne-Flore Marxer mostrou uma linha muito agressiva. que lhe garantiu o ouro da etapa, mas quem encerrou a temporada no topo do ranking foi a francesa Marion Haerty, que mesmo com um segundo lugar no Bec, conquistou merecidamente o WT. Entre as skiers, as austríacas dominaram os dois pódios: Eva Walkner realizou seu sonho de ganhar o Xtreme mostrando provavelmente a mais limpa e ousada linha do dia. E a conterrânea Lorraine Huber, com um terceiro lugar nessa etapa, assegurou o topo do ranking ganhando assim seu primeiro título mundial!

Vale a pena lembrar que durante a cerimônia de premiação, além da óbvia e justa euforia do momento, o ar estava bastante nostálgico, em lembrança da x2 FWT Champion Overall: Estella Balet, uma jovem e talentosa alma que foi-se no dia 19 de abril 2016, após ter sido atingida por uma avalanche praticamente no quintal de casa, no momento em que brincava no seu habitat preferido. Por isso durante o freeriding nunca abaixem a atenção. Infelizmente, mesmo equipados, com experiencia e tecnologia, basta um instante de distração… Pensem sempre nisso!!!

Para mais -> infos
Para mais -> fotos

ATENÇÃO: nos dias de hoje, a questão do ‪#‎FREERIDE‬ é cada vez mais massificada e, tentando resolver a missão de ‘Freeriding para todos”, o ‪#‎SAFE‬ se propõe como momento ideal para sensibilizar e aproximar sobre a cultura de segurança e perigos que podem ocorrer nas montanhas nevadas. Um evento único, dedicado para todos os apaixonados e curiosos, mas também para os turistas, que querem aprender mais sobre ‪#‎NEVE‬ e ‪#‎AVALANCHES‬. Um educacional para snowboarders, freeskiers, telemarkers e para todos os que se aventuram e desfrutam da neve, especialmente se for ‪#‎POWDER‬. Para mais detalhes, fotos e tal: GRUPO no FACEBOOK!! Contato -> operadora @ snowbagging.com.br

Spread SnowLove Everywhere …é isso que nos motiva!!




Gostou? Tem mais:

Sobre ianny

...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.