Big Air virou disciplina Olímpica | CBDN volta a se interessar do snowboard freestyle, como assim??


Cortesia: World Snowboard Tour (WST)

Pois é, mas vamos com ordem. No dia 8 de junho 2015, o International Olimpyc Comitee (IOC) anunciou que a disciplina de Snowboard Big Air (BA), será incluída oficialmente nos Jogos Olímpicos de Inverno, à partir da próxima edição que acontecerão em 2018 em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Em plena explosão do fenômeno gymnastiboarding e após uma temporada invernal onde foram realizados 4 quad diferentes, era bastante óbvia essa inclusão. Mas não por todos, visto que nas últimas temporadas a Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN) parecia ter largado os freestylers nacionais… tanto é que o primeiro comunicado oficial do Campeonato Brasileiro 2015 da CBDN teria só as disciplinas de Snowboarder Cross (SBX) e de Giant Slalom (GS), exatamente como aconteceu no ano passado. Mas agora a prova de Big Air (BA) estará presente e de forma oficial em Corralco (CHL), onde acontecerá o Campeonato Brasileiro OPEN da CBDN.


Cortesia: Saoroquenoticias.com.br – Centro de treinamento da CBDN em São Roque (SP)

E não é tudo… nestes dias foi divulgado um evento, sempre de BA, que irá acontecer no Ski Mountain Park de São Roque (SP), onde a CBDN possui uma área de treinamento com aterrissagem em um gigante colchão inflado de ar, chamado de Air Bag. Esse evento é agendado para o dia 4 de Julho 2015 e parece que irão comparecer também os snowboarders Marcos Batista e António “Tony” Mallmann, além do sandboarder cearense Willame Oliveira. Enquanto evento de #snowboard, convido todos para presenciar e/ou participar! Independentemente da cor da bandeira, este tipo de evento sempre ajuda a difusão do nosso esporte, especialmente se for feito no País ! :D

Umas minhas sobre esse tal de Air Bag. Como infraestrutura para treinar acho bem interessante, especialmente para trabalhar a parte aérea do esporte. Além daquele preciosamente exclusivo CBDN-ONLY, também os sandboarders de Garopaba (SC) usam um colchão inflado para treinar as rotações e adquirir confiança nas manobras antes de experimentá-las na areia. Não é tão chique e tecnológico ($$$) como aquele em São Roque (SP), mas serve perfeitamente para os fins de treinamento. Sinceramente organizar uma competição de snowboard freestyle com aterrissagem no tal de colchão, penso que seja muito incompleta e complicada, especialmente se pensar a respeito de como será julgada a recepção das manobras: um dos elementos mais importantes na nota final das provas de freestyle e não só de snowboard! Não quero remar contra o evento, mas: ou a CBDN está pensando em chamar todo mundo para ver quem tem chances de rotear bonito no ar e de repente (mesmo o atleta ser virgem de neve) convidá-lo no time dos freestylers para as provas em Corralco (CHL), ou temos ai mais uma prova do que algo está sendo feito de forma errada…


Cortesia: CBDN – Cerimônia de encerramento da temporada 2014/15

No entanto, a CBDN, entidade filiada ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB), à Federação Internacional de Esqui (FIS) e à União Internacional de Biátlon (IBU) e parceira do Comitê Paralímpico Brasileiro, está comemorando 20 anos de atividades!! Uns dias atrás, a CBDN realizou a tradicional cerimônia de encerramento da temporada no Esporte Clube Pinheiros (SP), onde foram premiados os campeões brasileiros e demais atletas em destaques do inverno 2014/15.

“Tivemos 51 atletas largando 358 vezes, em sete modalidades, e representando o Brasil em 18 países e três continentes distintos. Além disso, tivemos um recorde absoluto de 63 eventos transmitidos ao vivo pelo SporTV. Grandes feitos para uma temporada pós-olímpica”, afirmou Arnhold.

Parabéns para todos os atletas que representaram e continuam representando o Brasil na neve!! Apesar das dificuldades (e tretas…) que todos nós sabemos, estamos orgulhosos de vocês! Única coisa que fica gerando ruídos é em relação com uns nomes que persistem constantes há quase duas décadas nessa lista anual como “Campeões”. Provavelmente isso é uma consequência gerada pela minha inveja pessoal de não estar incluído nesta lista… será?? (rsrs) Porém, fica interessante reparar que tirando estes nomes “sempre presentes”, não teria provavelmente ninguém para preencher estas vagas, nem de longe… Possível que nestes 20 anos não foram capazes de fomentar o crescimento do esporte e hoje a CBDN está sem atletas a não serem aqueles que nunca viram neve antes?? Tem uma falta de incentivo muito evidente nisso que justificaria uma analise mais profunda e detalhada do tema.

Comunicado de imprensa:

Os Campeões da temporada invernal 2014 CBDN

STEFANO ARNHOLD: Campeão Brasileiro Masters, categoria 2, de Slalom Gigante e Slalom Super Gigante de Ski Alpino
MIRELLA ARNHOLD: Campeã Brasileira Masters, categoria 1, de Slalom Gigante de Ski Alpino
THIAGO VASCONCELOS: Campeão Brasileiro Masters, categoria 1, de Slalom Gigante de Ski Alpino
ISABEL CLARK: Campeã Brasileira de Snowboard Cross e Campeã Brasileira Másters, categoria C2, de Snowboard Cross
MARCOS BATISTA: Campeão Brasileiro de Snowboard Cross e de Snowboard Slopestyle
CARLOS EDUARDO ALMEIDA, o DINHO: Campeão Brasileiro Masters, Categoria A4, de Snowboard Cross
LEANDRO RIBELA: Campeão Overall do Circuito Brasileiro de Rollerski de 2014
GABRIELA NERES: Campeã Overall do Circuito Brasileiro de Rollerski de 2014
VICTOR SANTOS: Campeão Overall, categoria Sub-21, do Circuito Brasileiro de Rollerski
GUSTAVO SOUSA: Campeão Overall do Circuito Brasileiro Paralímpico de Rollerski
MICHEL MACEDO: Campeão Brasileiro de Slalom e Slalom Gigante de Ski Alpino
WESLEY HUNTINGTON: Campeã Brasileira de Snowboard Slopestyle
MIRLENE PICIN: Campeã Brasileira de Biathlon de Inverno
FABRIZIO BOURGUIGNON: Campeão Brasileiro de Biathlon de Inverno
ANDRÉ CINTRA: Campeão Brasileiro Paralímpico de Snowboard Cross e Slalom Gigante
ALTAIR FIRMINO: Campeão Overall do Circuito Brasileiro de Rollerski, categoria Sub-16
LUCAS LIMA: Campeão Overall do Circuito Brasileiro de Rollerski, categoria Sub-14

Melhores do Ano:
GUILHERME GRAHN: Atleta masculino do ano de Ski Alpino
STEFANO ARNHOLD: Atleta masculino do ano de Ski Alpino, categoria Masters
MIRELLA ARNHOLD: Atleta feminina do ano de Ski Alpino, categoria Masters
NATHAN ALBORGHETTI: Atleta masculino do ano de Ski Alpino, categoria Sub-16
ELENA RICCA: Atleta feminina do ano de Ski Alpino, categoria Sub-16
ISABEL CLARK: Atleta feminina do ano de Snowboard, recebe o troféu Iván Fuenzalida
MARCOS VINÍCIUS BATISTA: Atleta masculino do ano de Snowboard
CAIO MOREIRA: Atleta masculino do ano de Cross Country
GABRIELA NERES: Atleta feminina do ano de Cross Country e Biathlon de Inverno
JOSI SANTOS: Atleta feminina do ano de Ski Freestyle
LEANDRO RIBELA: Treinador da equipe júnior de Cross Country e Biathlon e melhor treinador do ano

PR – Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN)

Mais detalhes e infos: Snowaddicted Brasil | De olho na CBDN.

Gostou? Tem mais:

Sobre ianny

...moro no Brasil, em uma ilha, e procuro neve, por paixão e por necessidade, o tempo inteiro, independentemente do mês ou do hemisfério. Sou snowboarder, goofy, mas provo prazer com todas as coisas que deslizam na neve, especialmente se são rápidas e harmoniosas com o contexto de montanha.